terça-feira, 28 de dezembro de 2010

The end

Você merece, meu amor, alguém que te ame com a minha intensidade imperceptível, que tenha meu sexo, meu cheiro, mas que não seja eu. Eu te desejo a plenitude de um beijo apaixonado, a tua nuca arrepiada por conta dos sussurros ao pé do ouvido, o despertar ao lado de quem TE FAZ BEM, linhas cheias de carinho e vontade de ter pra sempre. Mas com alguém que não seja eu. Quero te ver rindo de tudo, assim como os idiotas fazem , porque isso é ser feliz ! Mas ria com alguém que não eu. Porque eu, meu amor, eu firo as pessoas, assim sem pretensão, mas firo. Eu tomo delas coisas que não tenho pra entregar por ser cheia de vazio.
É aquela velha história: o problema é comigo, não com você. E isso é real. Eu tenho um problema: não sei brincar de ser feliz. E você aí toda cheia de vida, amor e tantas outras coisas lindas não merece meu mundo extravagante sem cor. Eu, meu amor, não digo seu nome nessas linhas pra ter os últimos minutos de felicidade por ter um amor e por ele ser você. Obrigada.

- Quem não me entende, não merece meus pormenores. Te amo.


Obrigada à http://magggggangela.blogspot.com/ pelo selinho do dia 26.11. Você é uma querida, viu ? ;*
Obrigada à Carol que me alertou ao fato do blog http://tudoqueguardeipramim.blogspot.com/ ter copiado um texto meu. Vocês que escrevem também dêem uma olhada pra ver se não tem nada de vocês por lá.
Obrigada a todos pelo carinho que encontro em cada comentário.

11 comentários:

  1. Parece que escreveram pra mim...
    Triste e verdadeiro.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Malú. :)

    Lindo texto! :)

    Hoje venho especialmente para desejar-lhe um 2011 maravilhoso, cheio de paz e alegrias. Que seja um ano abençoado e de muitas realizações!

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Bacana a postagem...

    Belo blog!!

    VISITE, acompanhe e conheça um pouco de meu trabalho...

    IMPROVISOS de MAILSON FURTADO...

    http://mailsonfurtado.blogspot.com

    Grato desde já!

    ResponderExcluir
  4. Interessante como o texto acima ilustra o contrário daquele velho bordão: "você é muito mais do que pensa que é". Na verdade, são poucos os momentos em que este clichê se mostra evidente na vida. Mais claro é a falência existencial de cada um, é o "ninguém me merece", ou melhor, "você não me merece", porque "eu sou muito menos do que se pensa".

    ResponderExcluir
  5. isso tudo é tão difícil de dizer, não é?
    obrigada pela visita (:

    ResponderExcluir
  6. Que texto apaixondado...! A pessoa deve ter adorado se já teve o prazer de ler. Quanto ao plagio do seu texto, é chato mesmo quando isso acontece... mas existem uns programas que você adiciona ao blog que "ficam de olho" para ver se o que você posta aparece em outros blog tbm... dê uma procurada!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Adorei tudinho aqui.
    Parabéns, estou seguindo, se puder segue o meu também?
    http://amar-go.blogspot.com/

    - Desde já agradeço, beijo! :)

    ResponderExcluir
  8. Lindooo como sempre seus post!
    :D
    Perfeitooo!
    ^^
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Gosto da postagem.
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  10. Muuito legal
    Seguindo, segue tbm? http://karolayneminhamoda.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Muito bom esse texto, às vezes é assim, o problema é com a gente. Bj

    ResponderExcluir